Home / Caixa Econômica / Atendimento aos participantes não parece prioridade para Funcef

Atendimento aos participantes não parece prioridade para Funcef

Após um ano de paulatinas demissões dos trabalhadores das representações regionais da Funcef, o quadro de funcionários dos atendimentos regionais da Fundação chegou à níveis críticos

Com o número de profissionais cada vez mais reduzido nas representações regionais da Fundação Economiários Federais (Funcef), os participantes não têm atendimento adequado nas unidades espalhadas por todo Brasil.

O estado Bahia, por exemplo, o quinto maior em área territorial do país, hoje conta com apenas um representante. Um único funcionário para atender a todos os participantes residentes nos 417 municípios espalhados pelos quase 570 quilômetros quadrados do estado da Bahia. De Teixeira de Freitas a Petrolina. De Luiz Eduardo Magalhães a Salvador.

A situação dos participantes de outros estados no Brasil, como Santa Catarina, Paraná, Espírito Santo não é diferente. Ativos e aposentados que não consigam resolver seus problemas no teleatendimento vão ter, muitas vezes, de viajar longas distâncias e disputar a atenção do único funcionário destacado para isso.

A precariedade do atendimento é especialmente preocupante para os aposentados, que, muitas vezes, necessitam de atendimento presencial.

No dia de hoje, a Funcef comunicou em seu site que as representações de São Paulo e Rio estarão fechadas por toda a semana. A Fenae, preocupada com os funcionários demitidos e com os participantes desassistidos, pede que a Funcef se manifeste sobre como ficará o atendimento aos seus participantes.

Fonte: FENAE

Comentários

Veja Mais!

A cada hora quatro meninas com menos de 13 anos são estupradas no Brasil

O adolescente Marcus Vinícius da Silva, de 14 anos, e sete pessoas mais morreram por …