Home / O Piquete Bancário / Curtas / Curtas d’O Piquete Bancário nº 1474

Curtas d’O Piquete Bancário nº 1474

Precarização no Santander

Já é rotina a longa espera para atendimento no Santander Vitória da Conquista, com clientes aguardando por muito tempo em filas, em pé, devido à superlotação. A agência vem funcionando com apenas dois funcionários para o atendimento de pessoas físicas. A falta de atenção do banco à situação dos usuários e às condições de trabalho dos bancários só reforça o descaso do Santander com aqueles que produzem suas altas lucratividades.

 

Salário dos presidentes dos bancos

No mês passado, os maiores salários de presidentes de companhias brasileiras foram divulgados após a Comissão de Valores Mobiliários – CVM ter determinado a publicação, a partir de decisão do Tribunal Regional Federal da 2ª Região. O presidente do Itaú recebe mensalmente R$ 3.409.833,33, o do Bradesco, R$ 1.329.375,00 e o do Santander, R$ 2.498.795,76. Enquanto isso, os bancos não avançam na negociação da Campanha Nacional dos Bancários.

 

Salário mínimo do Dieese

O Dieese anunciou, esta semana, que o salário mínimo ideal para atender as necessidades básicas (moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e Previdência Social) seria R$ 3.804,06, expectativa bem distante do atual valor de R$954. Para agravar ainda mais a situação, dados dos Indicadores Sociais 2017 do IBGE apontaram que 52,1 milhões de brasileiros, um quarto da população, vivem com a renda per capita de R$ 387 por mês.

Comentários

Veja Mais!

Curtas d´O Piquete Bancário nº1479

Aumentam sequestros de bancários e seus familiares Desde 2017 até agora, pelo menos cem gerentes …