Home / Bradesco / Bancários se manifestam contra as demissões no Bradesco nesta quarta (20)

Bancários se manifestam contra as demissões no Bradesco nesta quarta (20)

Bancários se manifestaram nesta quarta-feira (20) contra as demissões no Bradesco, em Vitória da Conquista.

Desde outubro, o banco desligou 18 bancários que atuavam na base do Sindicato dos Bancários de Vitória da Conquista e Região. Com esses desligamentos, o Bradesco acumula impressionantes 109 demissões nos últimos seis anos.

No início deste mês, o presidente do Bradesco, Octavio de Lazari, anunciou que irá fechar 450 agências até 2020. Este ano já foram desativadas 50 unidades e o Bradesco espera encerrar mais 100 ainda em 2019.

Enquanto isso, o lucro obtido por meio da exploração de bancários e clientes só cresce. De janeiro a setembro deste ano o Bradesco lucrou R$ 19,2 bilhões, um crescimento de 22,3%, em relação ao mesmo período de 2018.

Grande parte desse lucro sai do bolso dos clientes, pois a receita com prestação de serviços e tarifas bancárias cresceu 6,8%, rendendo R$ 19,8 bilhões ao banco. Somente com esse montante o Bradesco paga todas as despesas com funcionários e sobra R$ 3,6 bilhões.

Para o presidente do SEEB/VCR, Paulo Barrocas, a postura do Bradesco tem causado adoecimento na categoria. “Os bancários vêm sendo ameaçados de demissão, além de sofrerem com a exploração e cobranças de metas excessivas. Isso tem gerado preocupação e elevado o número de casos de adoecimento. Não podemos nos calar diante desse cenário, é preciso cobrar do banco um tratamento digno àqueles que elevam ainda mais os seus lucros a cada ano”, afirma.

Comentários

Veja Mais!

Sindicato intervém e Bradesco cancela demissão

O Sindicato dos Bancários de Vitória da Conquista e Região conseguiu cancelar, na última sexta-feira …