Home / Ascom

Ascom

Uninter

O Grupo Uninter está entre as maiores instituições do segmento educacional e é uma das recredenciadas com nota máxima pelo Ministério da Educação (MEC). Os bancários filiados e seus dependentes possuem 10% de desconto nas mensalidades de graduação e pós-graduação. Conheça a Uninter na Av. Bartolomeu de Gusmão, 289 – Jurema, Vitória da Conquista. Contato: (77) 3421-1026.

Leia Mais »

Óticas Diniz

O convênio é válido para a venda de óculos de sol e de grau para bancários sindicalizados, nas seguintes condições: Desconto de 22%: em todas as grifes, nas compras à vista. Descontos de 22%, no cartão. Conheça a Óticas Diniz na Alameda Rui Barbosa, 06, Centro, Loja 3. Contato: (77) 3261-2554.

Leia Mais »

Santander insiste em impor trabalho aos sábados

Sem nenhuma negociação com o movimento sindical ou aviso prévio aos bancários, o Santander decidiu abrir as suas 3 mil agências no próximo sábado, 22 de janeiro, das 10h às 14h, para o lançamento da campanha “Desendivida”. A iniciativa foi anunciada no domingo (16), durante o programa Fantástico da Rede Globo, pegando os trabalhadores de surpresa. Foram convocados para o trabalho, os gerentes de negócios e serviços de 8 horas; gerentes gerais; e gerentes PJ, PF e Van Gogh. Os bancários que trabalharem não receberão hora extras, apenas, compensarão uma hora e meia para cada hora trabalhada, na semana seguinte …

Leia Mais »

Funcef: prova de vida para nascidos em janeiro até 31

Os aposentados e pensionistas da Funcef que fazem aniversário em janeiro devem ficar alerta. A prova de vida vai até o dia 31 deste mês. No caso dos pensionistas, é considerado a data de nascimento do titular do plano. Feito com biometria facial, o procedimento é realizado pelo aplicativo da Fundação, disponível para download na Google Play ou App Store. Depois de baixar, é só clicar na opção de prova de vida e seguir as instruções. Vale lembrar que a prova de vida é obrigatória para todos os aposentados e pensionistas da Funcef, inclusive os que recebem pelo convênio INSS/Caixa/Funcef. …

Leia Mais »

Artigo: “nos deram espelhos e vimos um mundo doente”, por Por Valdete Souto Severo

Por Valdete Souto Severo. Todo esse desajuste que nos assusta em níveis tão diferentes não é acaso. O Rio Grande do Sul ferve. Minas Gerais desmorona. A Bahia submerge. A covid infectará metade da Europa em poucas semanas. No Brasil, hospitais e postos de saúde voltam a lotar. Já está cansativo repetir a relação disso com o desmatamento acelerado da Amazônia, com a poluição dos rios, a emissão de gases tóxicos, a produção de lixo, de exclusão e de miséria. Sugiro a leitura do livro Banzeiro Òkòtó, da Eliane Brum. Está tudo ali. Cada capítulo é um soco no estômago, um …

Leia Mais »

Alta do desemprego leva a recorde de endividamento das famílias

Três em cada quatro famílias brasileiras (75,6%) estavam endividadas em dezembro, de acordo com a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic). Divulgado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) nesta terça-feira (18), trata-se do maior percentual registrado desde janeiro de 2010. Pelo menos um quarto das famílias (26,1%) estão com dívidas ou contas em atraso. E uma em cada 10 diz não ter condições de pagar seus débitos. Segundo o levantamento, 14,8% das famílias estão “muito endividadas”. Outros 27,3%, “mais ou menos endividadas”, enquanto as “pouco endividados” são 33,5%. Apenas 24,4% afirmam que não estão endividados …

Leia Mais »

Brasil registra recorde de novos casos da covid-19 com mais de 130 mil confirmações em 24 horas

O Brasil registrou mais de 137 mil novas contaminações pelo coronavírus somente nesta terça-feira (18). É o maior número de casos positivos da covid-19 em 24 horas desde o início da pandemia em solo nacional. Antes disso, o país só havia superado a marca de 100 mil casos por dia em três ocasiões. Na sexta-feira (14) da semana passada, quando foram relatados cerca de 112 mil testes positivos, e nos meses de março e junho de 2021, pior momento da emergência sanitária. Segundo dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde, o recorde levou a média móvel de infecções a um patamar inédito. …

Leia Mais »

Bancários querem que bancos aumentem segurança sanitária

O Comando Nacional dos Bancários cobrou que os bancos mantenham os protocolos de segurança sanitária para garantir a saúde e a vida da categoria, assim como reduzir a propagação e o contágio da população pelo vírus da Covid-19 e suas variantes. A representação dos trabalhadores também solicitou a suspensão de visitas a clientes neste momento de alta de casos de infecção; a retomada do teletrabalho em home office; melhorias do atendimento em telemedicina; o compromisso com a não-demissão; e a volta do controle de acesso às agências bancárias, entre outras reivindicações. “Já havíamos falado com os bancos anteriormente sobre a …

Leia Mais »

Demissões em massa, marco temporal e vacina: conheça os julgamentos do STF em 2022

No que depender da importância das pautas que devem ir ao plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) no primeiro semestre de 2022, a Corte deve reafirmar seu protagonismo político no ano eleitoral de 2022. A avaliação é de especialistas no Poder Judiciário ouvidos pelo Brasil de Fato. O STF segue em recesso até o final de janeiro. A partir de fevereiro, contudo, a Corte deve lidar com temas polêmicos, como o Marco Temporal, as operações policiais em favelas, a análise sobre o crime de rachadinha, o Passaporte da Vacina, entre outros assuntos. Clique aqui e faça o download da pauta do STF no primeiro semestre de 2022. …

Leia Mais »

Auxílio Brasil deixa de beneficiar 75% de famílias

Com o governo Bolsonaro, os brasileiros estão desamparados. O Auxílio Brasil deixou de beneficiar 75% das pessoas que tiveram acesso a algum programa social ao logo de 2021. De 9,1 milhões de pessoas que receberam alguma ajuda até outubro, o atendimento caiu para 1,8 milhão no programa social renomeado por Bolsonaro, com um valor médio de R$ 409,00 por mês. Quase 90% dos municípios com perda de cobertura assistencial são de pequeno ou médio porte – com até 100 mil habitantes. Nessas cidades circularam R$ 1,8 bilhão por mês do auxílio emergencial e do Bolsa Família. Vale lembrar que com …

Leia Mais »