Home / DestaquesApp / Aprovados no concurso da CEF aguardam convocação

Aprovados no concurso da CEF aguardam convocação

Na Bahia, 106 pessoas foram chamadas até o momento.

A Caixa comunicou, no mês de maio, que daria início às contratações dos concursados aprovados no processo seletivo de 2014. De acordo com o documento, os novos funcionários começariam a ser chamados a partir do dia 3 de junho, mas, a base do Sindicato dos Bancários de Vitória da Conquista e Região ainda não sentiu tanto os efeitos da medida anunciada pelo banco.

De acordo com relatório emitido pela Caixa, na Bahia, entre os 2.236 aprovados, apenas 106 foram convocados até o momento, todos para o cargo de pessoa com deficiência. Na base do SEEB/VCR, foram 10 convocações até a última semana. Há uma perspectiva de 2,5 mil candidatos convocados em todo o país, sendo 25% de pessoas com deficiência até o final do ano. Enquanto isso, agências cheias e sobrecarga de trabalho continuam sendo uma realidade vivida pela categoria.

Um agravante a esse cenário é o Plano de Demissão Voluntária (PDV), que já está em andamento e prevê o desligamento de 3,5 mil empregados, ou seja, o déficit de bancários nas agências permanecerá, uma vez que a expectativa é de 2,5 mil contratações nesse mesmo período.

“Apesar das contratações tardias referentes ao concurso realizado em 2014, estamos contentes por aqueles que por tanto tempo ficaram na expectativa da tão sonhada posse. Porém, sabemos que o número é muito aquém da necessidade real das agências, que se encontram com déficit de funcionários em praticamente todas as unidades”, conclui Sarah Sodré, diretora do SEEB/VCR.

Conecef acontece no próximo mês

Nos dias 1º e 2 de agosto, acontece o 35º Congresso Nacional dos Empregados da Caixa Econômica Federal (Conecef), em São Paulo. O evento acontecerá concomitantemente com a Conferência Nacional dos Bancários. Cerca de 328 delegados, entre empregados da ativa e aposentados, devem estar presentes nas discussões.

O slogan do 35º Conecef é “Todos Contra o Retrocesso”. No encontro serão abordadas as reivindicações específicas da categoria e as estratégias de luta por melhorias. Entre as pautas estão a defesa da Caixa e dos bancos públicos, o combate à reestruturação e ao desmonte dos direitos, a defesa do Saúde Caixa, da Funcef e dos aposentados, a contratação de mais empregados, a saúde do trabalhador e condições de trabalho, a luta contra a terceirização, a verticalização e o descomissionamento arbitrário e a defesa da Previdência.

Comentários

Veja Mais!

A luta continua

As manifestações populares contra a proposta de reforma da Previdência, representada pelo governo Bolsonaro, reuniu …