Home / Delegados Sindicais / Curso de formação sindical reuniu bancários nesta quinta (12)

Curso de formação sindical reuniu bancários nesta quinta (12)

 

O Sindicato dos Bancários de Vitória da Conquista e Região realizou em sua sede, nesta quinta-feira (12), o curso de formação sindical “Mobilizar, Resistir, Garantir Direitos e Avançar na Luta”. O evento foi voltado para os delegados sindicais eleitos e aberto à categoria.

No turno da tarde, três palestras levaram informação e conscientização aos bancários, reforçando a importância do fortalecimento da unidade da luta da classe trabalhadora.  Luiz Rogério Santos, representante da Comissão Intersetorial de Saúde da Trabalhadora e Trabalhador (CIST), convidou a categoria bancária a refletir sobre os impactos da atual política sobre a saúde mental e física dos trabalhadores. “Estamos sendo forçados a trabalhar mais do que o nosso corpo suporta. Querem que sejamos super heróis e heroínas para continuar no mundo do trabalho”, destacou o palestrante.

Ana Georgina Dias, economista do Dieese, destacou os dados ligados à reorganização do mundo do trabalho. Segundo a palestrante, “o principal aspecto que precisamos observar é a movimentação política em torno desse processo de modernização”. Além do crescente processo de digitalização das agências bancárias, está em curso um projeto político que individualiza cada vez mais as relações de trabalho, com um pacote de cortes em investimentos públicos e retirada de direitos que intensifica o colapso econômico no Brasil.

A terceira palestra do dia foi ministrada por Augusto Vasconcelos, presidente do Sindicato dos Bancários da Bahia. O foco foi dado à importância da organização dos trabalhadores bancários para o enfrentamento do cenário nefasto que tem se apresentado em nosso país, politicamente e economicamente. A consciência de classe se torna imperativa neste momento, uma vez que são muitos os ataques dirigidos aos trabalhadores, vindos do atual governo, a exemplo da reforma da Previdência e da MP 881.

“É preciso lembrar que os direitos não são permanentes. Já passamos por momentos duros, em que tivemos perdas, e este tem se mostrado ainda mais difícil”, afirmou Augusto. O palestrante também abordou a transformação das instituições bancárias, que se virtualizam cada vez mais. Tal fato requer atenção por parte da categoria e mobilização para que seus postos de trabalho não sejam extintos.

E, para encerrar o ciclo de palestras, bancárias e bancários participaram do lançamento do livro Economia Política para Trabalhadores, da professora de Economia da Uesb, Sofia Manzano. Em um momento em que a organização da classe trabalhadora é urgente, o livro se apresenta como uma proposta de tornar acessível o entendimento acerca do funcionamento do sistema capitalista e, assim, desvendar os caminhos necessários para o combate à política de desestruturação da classe trabalhadora.

Logo após a apresentação da professora Sofia foi realizada a diplomação dos delegados sindicais eleitos na base do SEEB/VCR, que cumprirão mandato até o mês de agosto do próximo ano. Para encerrar a noite, um momento de integração entre a categoria com um coquetel animado pela música de Haeckel França.

Para o presidente do SEEB/VCR, Paulo Barrocas, a avaliação sobre o evento foi positiva. “Tivemos uma grande adesão da categoria e isso é de suma importância para somarmos forças no enfrentamento aos ataques que temos sofrido. Só com a participação e a mobilização de cada um, nos tornamos capazes de impedir que os retrocessos avancem ainda mais”, conclui.

Comentários

Veja Mais!

Economista Sofia Manzano lança livro em evento do SEEB/VCR

Para encerrar um dia produtivo de formação, bancárias e bancários participaram do lançamento do livro …