Home / Sindicato / Saúde / “Mês Dourado”: agosto é dedicado ao aleitamento materno

“Mês Dourado”: agosto é dedicado ao aleitamento materno

A primeira semana deste mês de agosto é dedicada mundialmente ao aleitamento materno. Seguindo nessa mesma linha, o Brasil adota o mês de agosto como o “Mês Dourado” e desenvolve, em todo o país, ações que ressaltem a importância desse tema.

Em Vitória da Conquista, o Banco de Leite do Hospital Esaú Matos se juntou à Coordenação de Vigilância Nutricional da Secretaria Municipal de Saúde e, com o apoio da Universidade Federal da Bahia (Ufba) e da Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC), criou uma programação de atividades que se prolongam até o final do mês.

O “Mês Dourado” conquistense envolve palestras, visitas a hospitais e maternidades, ações diárias em unidades básicas de saúde e atividades mais específicas naquelas que atendem a um maior número de gestantes. “O leite materno tem todos os componentes necessários para que o bebê seja bem hidratado, bem nutrido e algo bem importante: que seja bem protegido”, explica a coordenadora do Banco de Leite, Adriana Vasconcelos.

“Todas as doenças que a mãe já teve, e das quais ela não adoece mais, porque tem proteção, ela passa essa proteção através do leite materno. E isso, de fato, vai garantir para o bebê um melhor começo de vida”, acrescenta a coordenadora.

Como doar leite materno – A coordenadora Adriana destaca, ainda, a importância de que as mães que produzam leite em excesso doem o material excedente para o Banco de Leite. “Esse leite doado é muito importante, porque ele é destinado aos bebês que estão graves na UTI. Bebês prematuros e que precisam, de fato, de toda a ajuda e todo o apoio para que eles consigam se recuperar e ir para casa, ficar junto com suas mães”, explica.

Caso a mãe esteja produzindo leite em excesso e queira doar o que sobra, é necessário entrar em contato com o Banco de Leite do Hospital Esaú Matos por meio do telefone (77) 3420-6237. Dessa forma, a mãe ajuda a salvar vidas, já que nem todas as mulheres conseguem produzir leite suficiente para amamentar seus filhos.

Feito o contato, um profissional da equipe do Banco de Leite irá até a residência da doadora para transmitir orientações, deixar materiais para a “ordenha” e, em dias fixos, coletar o leite doado. Não é preciso que a doadora se desloque até o Banco de Leite para fazer a sua doação.

Também é possível contribuir de outras formas. Por exemplo, doando frascos de vidro com tampas de plástico, como os de café solúvel e maionese. É esse o tipo de recipiente que a equipe utiliza para armazenar o leite materno que é doado para o Banco de Leite do Hospital Esaú Matos.

Para doar leite materno ou frascos, ou ainda para obter maiores informações, ligue para o número (77) 3420-6237.

Fonte e imagem: Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista

Comentários

Veja Mais!

Ataque de Rui Costa enfraquecerá CESAT/DIVAST

Mesmo sendo imprescindíveis às ações de vigilância dos ambientes de trabalho e de atenção à …