Home / Banco do Brasil / Na Cassi, luta por redução da coparticipação

Na Cassi, luta por redução da coparticipação

Entidades e sindicatos que representam os associados da Cassi cobram um posicionamento sobre os valores pagos na coparticipação do plano de saúde. Todas as entidades que integraram a mesa de negociação se reuniram com a diretoria da Cassi para obter um posicionamento sobre o assunto.

Em janeiro de 2019, o Conselho Deliberativo da Cassi aprovou a alteração do percentual de coparticipação, até que houvesse medidas capazes de realizar um equilíbrio financeiro do plano que se encontrava com déficit nas contas. Na decisão, ficou claro que seria revisto os patamares de coparticipação assim que fossem implementadas as medidas, porém não está sendo comprida.

A coparticipação foi um assunto recorrente na mesa de negociação durante a proposta de sustentabilidade da Cassi, já que a Caixa de Assistência promoveu aumento significativo na cobrança de realização de exames e consultas, com a desculpa que as contas da Cassi precisavam de um incremento.

Os sindicatos durante o processo de negociação se ampararam na decisão do Conselho Deliberativo e firmaram um compromisso também com a diretoria da Cassi sobre a retomada dos índices de coparticipação aos patamares de 2018. Mas, a diretoria não reconhece o compromisso feito no processo negocial.

As entidades vêm com perplexidade a falta de diálogo da diretoria da Cassi, que não reconhece o compromisso estabelecido pelo próprio Conselho Deliberativo. Os representantes agora lutam contra o rompimento do que foi acordado, e também buscam a construção de um diálogo transparente.

Fonte: Sindicato dos Bancários da Bahia

Comentários

Veja Mais!

André Brandão é nomeado novo presidente do BB

Na terça-feira (22/9), André Brandão foi nomeado o novo presidente do Banco do Brasil. O …