Home / Banco Santander / Bancários protestam contra demissões no Santander

Bancários protestam contra demissões no Santander

O Sindicato dos Bancários de Vitória da Conquista e Região realizou, na manhã desta quinta-feira (24), um protesto em frente a agência do Santander de Conquista. A manifestação integra os atos que aconteceram por todo país como parte do dia de luta contra as mais de 1.100 demissões promovidas pelo banco neste período de pandemia da Covid-19.

A diretoria do Santander se comprometeu com o movimento sindical no sentido de não promover desligamentos enquanto durasse a crise sanitária, mas não manteve a sua palavra. Além das demissões, o banco espanhol também fechou mais de 90 unidades em um ano.

Todo este processo demonstra o desrespeito do Santander para com os seus funcionários e clientes, pois somente no primeiro semestre de 2020 obteve lucro de R$ 5,989 bilhões, o que representa 32% do lucro mundial do banco.

Além do corte de empregos, o Santander tem obrigado os funcionários a retornarem do home-office, perseguido gestantes e pretende terceirizar uma área inteira de central de atendimento, fechando 3 mil postos de trabalho.

“É preciso que a sociedade tenha conhecimento dessas práticas covardes de demissões em plena pandemia que os bancos vêm adotando. No caso do Santander, apenas nos três últimos meses do primeiro semestre, o banco arrecadou mais de R$ 4 bi somente com tarifas. Em contrapartida, demitiu 844 funcionários no mesmo período. Não podemos aceitar o desrespeito do Santander aos compromissos firmados com os trabalhadores bancários”, considera Leonardo Viana, presidente do Sindicato.

Comentários

Veja Mais!

Santander atende reivindicação e ampliará licença paternidade

O Santander comunicou à Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) que, apesar de …