Home / Banco Itaú / Sindicato denuncia demissões e fechamento de agências do Itaú

Sindicato denuncia demissões e fechamento de agências do Itaú

Manifestação alerta a população sobre o descaso do banco com funcionários e clientes.

Na última segunda-feira (15), o Sindicato dos Bancários de Vitória da Conquista e Região realizou uma mobilização no Itaú (agência Francisco Santos) para dialogar com a população sobre as práticas nefastas do banco. Tem ficado cada vez mais claro que o real objetivo da empresa é continuar aumentando os lucros por meio da exploração dos funcionários e clientes.

Em junho, o Itaú fechou uma agência em Vitória da Conquista e demitiu dois dos seus funcionários na base do SEEB/VCR. Nem mesmo os resultados positivos da unidade no bairro Brasil impediram que a mesma encerrasse as atividades.

Como resultado, o banco não tem prestado um bom serviço à sociedade e tem aumentado a sobrecarga de trabalho dos seus empregados, para assim elevar ainda mais a riqueza dos donos com a redução dos custos da empresa.

Enquanto isso, as tarifas ficam cada vez mais caras e quem paga por isso é o cliente. O banco arrecadou, em 2018, R$ 38,4 bilhões só com a cobrança de taxas da população. Com isso, o Itaú conseguiu cobrir 160% do total das suas despesas de pessoal, sobrando ainda R$ 14,5 bilhões.
“Diante das atuais práticas, essa manifestação se faz mais que necessária. Estaremos realizando também manifestações em outros bancos, porque sabemos que essa não é uma questão exclusiva do Itaú. Temos presenciado a ganância dos banqueiros, que visam apenas o lucro sem dar nenhum retorno à população, expondo os clientes a longas filas de espera. Além disso, a categoria bancária está cada vez mais adoecida devido às altas cobranças de metas. Não podemos aceitar mais isso”, destaca Carlos Alberto, diretor do SEEB/VCR.

Comentários

Veja Mais!

Sindicato participa do Conselho de Saúde em Conquista

O SEEB/VCR participa do Conselho Municipal de Saúde com o objetivo de contribuir com a …