Artigo

“Os muros de pedra e os muros invisíveis”, por Juan Arias

Confira o artigo do jornalista e escritor Juan Arias, sobre a importância de sobrepor as barreiras que impedem o avanço da sociedade. Publicado originalmente no site El País. Numa noite de 9 de novembro, há 29 anos, o mundo despertou com a alegre notícia de que o Muro de Berlim, de 130 quilômetros, conhecido como “muro da vergonha”, tinha começado a ser derrubado, permitindo que as duas metades da cidade dividida voltassem a se abraçar. Se as muralhas de pedra, da chinesa até as de hoje, passando pela romana de Adriano, foram sempre um símbolo do medo em relação ao …

Leia Mais »

Desafios do presidente eleito

No artigo, o jornalista, consultor, analista político e diretor de Documentação do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), Antônio Augusto de Queiroz, avalia a complexidade da implementação dos projetos pelo Executivo Nacional em oposição ao discurso e às propostas apontadas pelo candidato eleito durante a Campanha Eleitoral. O principal desafio do novo presidente será pacificar o País. Para tanto, terá que ter muito equilíbrio e disposição para o diálogo com o mercado, com o Parlamento e com a sociedade. Com o mercado, precisa dar demonstrações de que cumprirá seus compromissos com a livre iniciativa, reduzindo a burocracia e a interferência …

Leia Mais »

Futuro em perigo

Democracia, direitos dos trabalhadores, privatizações de empresas estatais, políticas públicas de desenvolvimento social e econômico com respeito ao meio ambiente e aos direitos humanos, segurança pública, combate ao desemprego e à corrupção são alguns dos temas que estão em jogo nas eleições presidenciais que acontece no próximo domingo, 28. Após a eleição de um Congresso com um aumento das bancadas ruralistas, empresariais e conservadoras, que se dispõem a apoiar qualquer projeto que impeça o avanço das políticas públicas voltadas para as minorias e para aqueles excluídos socialmente, por exemplo, pelo desemprego e preconceitos raciais e de gênero, o cenário será …

Leia Mais »

Em defesa da política!

Confira o artigo do jornalista, analista político, especialista em processo legislativo, Marcos Augusto de Queiroz, sobre a necessidade da boa política para o fortalecimento da democracia e da sociedade civil. Texto publicado originalmente no site do DIAP. Nestas eleições, dado o descrédito recorde da chamada “classe política”, muitos candidatos se apresentaram ao eleitor se autointitulando outsiders, fazendo questão de afirmar não serem “políticos”. Para muitos, isso pode soar como uma qualidade, mas na verdade se trata de um falso predicado. Ao postular cargo eletivo, inevitavelmente, o cidadão adentra uma arena política, que é o pleito eleitoral. A própria filiação partidária, …

Leia Mais »

O neoliberalismo decretou o fim do caminho do meio

Confira o artigo do professor do Instituto de Economia da UFRJ, João Sicsú, sobre o avanço do neoliberalismo e como o acirramento deve ser a resposta dos trabalhadores. Publicado originalmente no site do Diap. A política poderia ser jogada em clima ameno. Mas, isso não acontece. O Brasil e outros tantos países vivem uma conjuntura política de ânimos acirrados. A divisão existente veio de longe. Chegou pelas mãos da elite, penetrou em frações das classes médias e alcançou os trabalhadores e os mais pobres. Após a Segunda Guerra Mundial, a socialdemocracia europeia foi a mais hábil articulação política que conseguiu …

Leia Mais »

Para pensar o Sete de Setembro

Confira o artigo do professor e doutorando em História Política pela UERJ, Raphael Silva Fagundes, sobre a narrativa forjada pelas classes dominantes para a Independência do Brasil. Publicado originalmente no site Revista Fórum. Engana-se – e muito – aquele que acha que a independência significava uma ruptura com Portugal. De acordo com a historiadora Cecília Helena de Salles Oliveira, a palavra independência era usada como uma contraposição à “escravidão política”, situação própria do absolutismo. Ou seja, independência não se confundia com emancipação ou autonomia administrativa. Nesse sentido, a independência poderia ser conquistada mesmo sem o rompimento com Lisboa. O que …

Leia Mais »

A Indústria 4.0 e a necessidade de reorganização do movimento sindical

Confira o artigo de Sergio Luiz Leite, presidente da Fequimfar e vice-presidente do setor químico da IndustriALL, sobre a nova Revolução Industrial, o aprofundamento da desigualdade da divisão internacional do trabalho e, consequentemente, as desigualdades internas a cada país. A Indústria 4.0 ou 4ª Revolução Industrial é um termo que abrange tecnologias de automação e troca de dados a partir de sistemas Ciber-físicos, Internet das Coisas e Computação em Nuvem. Em todos estes sistemas predomina a noção de instantaneidade da troca de informações entre fatores de produção, automatizando as atividades de planejamento da produção e tornando seus processos mais eficientes, …

Leia Mais »

Por que convocar?

Confira o artigo da diretora-presidente da AFBNB, Rita Josina Feitosa da Silva, no qual ela reitera a necessidade de convocação dos aprovados no concurso de 2014 – cujo prazo se encerra no próximo dia 4. Publicado originalmente no jornal cearense O Estado. O Banco do Nordeste do Brasil (BNB) completa 66 anos no próximo mês de julho. Uma de suas tradições é a formação de um quadro técnico capacitado, por vezes disputado por outras instituições dado o seu diferencial, com olhar focado no desenvolvimento. O quadro de funcionários permanece qualificado e comprometido com a missão do Banco, construindo uma importante …

Leia Mais »

O sistema político brasileiro faliu e precisa ser reinventado

Confira o artigo de Antônio Augusto de Queiroz, jornalista, analista, consultor político e diretor de Documentação do Diap. Originalmente publicado no DIAP. O Sistema Político brasileiro, por razões estruturais e operacionais de suas instituições, é um dos mais complexos, fragmentados, caros e ineficientes do mundo. Ademais, o Parlamento convive diuturnamente com episódios de corrupção, vulnerabilidade aos lobbies e captura pelo Executivo. O Sistema Político brasileiro é formado, basicamente, por 7 instituições, que comportam: 1) O regime político (Democrático); 2) A forma de governo (República); 3) O sistema de governo (Presidencialismo); 4) A forma de organização do Estado (Federação); 5) O …

Leia Mais »

O primeiro jogo será entre Bradesco Itapetinga e o BNB, às 9h15.

Confira o artigo de José Eymard Loguercio, Fernanda Caldas Giorgi e Antonio Fernando Megale Lopes, advogados e sócios do escritório LBS e membros do Instituto Lavoro. Publicado no DIAP. Comecemos pela paralisação dos caminhoneiros, que, em seu início, foi claramente impulsionada pelas empresas de transporte. Essa iniciativa empresarial permitiria, portanto, enquadrar o movimento no instituto jurídico do lockout, que é expressamente proibido (Lei 7.783/89) [1]. Não só no Brasil, mas nas mais diversas legislações mundo afora. Não se viu, no entanto, nenhuma iniciativa institucional para enfrentar a manifestação sob este fundamento. A paralisação, porém, é mais extensa e complexa. Recortada …

Leia Mais »