Home / Brasil / Trabalhadores se mobilizam contra a Reforma da Previdência em Conquista

Trabalhadores se mobilizam contra a Reforma da Previdência em Conquista

Nesta sexta-feira (22) o Sindicato dos Bancários de Conquista e Região, conjuntamente com outras entidades sindicais e movimentos sociais que compõem o Fórum Sindical e Popular de Vitória da Conquista, participou de uma manifestação contra a reforma da Previdência Social apresentada pelo governo Bolsonaro.

O ato faz parte de uma mobilização nacional, que aconteceu simultaneamente em mais de 100 cidades, buscando esclarecer os trabalhadores sobre os riscos da aprovação da reforma no Congresso.

O governo visa estipular a idade mínima para a aposentadoria em 62 anos para mulheres e 65 anos para homens, além de extinguir o direito da aposentadoria por tempo de contribuição. A idade mínima também aumentará a cada quatro, de acordo com o aumento da expectativa de vida da população brasileira.

Além da idade mínima, o governo Bolsonaro quer aumentar o tempo contribuição. As pessoas terão que contribuir por 20 anos para receber apenas 60% do benefício. Se quiser receber 100% do benefício, terão que contribuir por 40 anos. Mesmo assim, não receberão o valor integral da aposentadoria, pois o cálculo levará em conta a totalidade das contribuições, desde quando a pessoa começou a trabalhar.

“Hoje é um dia nacional de mobilização contra a Reforma da Previdência, e nós, bancários, estamos fortalecendo esta luta. Sabemos que o capital financeiro dos bancos é o maior interessado na destruição da Previdência Social, para que possam, a partir do novo cenário, vender seus planos de previdência privada. Precisamos em nosso cotidiano assumir a tarefa de esclarecer a população sobre os prejuízos dessa reforma e a quem ela interessa. Estamos hoje nas ruas para fazer com que a nossa voz seja ouvida. Por nós bancários, por nós mulheres e por todos os trabalhadores, não a Reforma da Previdência!”, destaca Larissa Couto, vice-presidente do SEEB/VCR.

 

 

 

 

Comentários

Veja Mais!

Reforma de Bolsonaro acaba com abono salarial em cinco estados

A reforma da Previdência do presidente Jair Bolsonaro (PSL) acaba com o pagamento do abono salarial em …